O que é Quociente de Adversidade e qual é o meu?

Afinal, o que diferencia uma pessoa que consegue transformar uma dificuldade numa alavanca para realizações maiores, de outra que desiste diante da adversidade, culpando aos outros e ao mundo pelos seus problemas? O que caracteriza uma pessoa persistente? Entenda mais sobre o que é Quociente de Adversidade e qual é o seu índice.

Estudar e entender o porquê de alguns indivíduos gerarem resultados e continuarem lutando nas condições mais difíceis e medir essa capacidade de superação que todos possuem em maior ou menor escala é um dos desafios atuais das empresas.

É sobre isso que Paul Stoltz, presidente da Peak Learning, uma empresa de consultoria global fundada nos Estados Unidos, em 1987, criador do conceito “Quociente de Adversidade” ou simplesmente, QA, se especializou!

No atual ambiente de negócios, caracterizado pelo alto grau de competitividade, incertezas e mudanças, o Quociente de Adversidade – um indicador cientificamente robusto – já começa a ser utilizado no mundo corporativo com o objetivo de medir a capacidade de um indivíduo em resistir às condições mais adversas.

Um indicador da força dessa metodologia é que ela já está incorporada nos programas de MBA da Harvard Business School.

O QUE É QUOCIENTE DE ADVERSIDADE?
O quociente de adversidade é extremamente importante no mercado atual, sendo uma das características mais importantes buscadas no mundo corporativo, já que quem tem esse atributo consegue lidar melhor com suas emoções, independente das adversidades, sem que isso interfira negativamente no trabalho.

Em em outras palavras, quando a adversidade, o sofrimento, o desapontamento e a injustiça surgem, as pessoas podem se transformar em vítimas, consumidas pela doença do cinismo, da crítica, da queixa e da comparação; ou podem aprender a “domar” a si mesmas e tirar alguma sabedoria, que sempre estará presente num momento difícil.

É sobre isso que se trata o Quociente de Adversidade. A capacidade de gerenciar os sentimentos e ações em prol de um objetivo maior. É uma das competências mais desejadas pelas empresas em todo o mundo.

Nesse sentido, Stoltz pesquisou mais de 100 mil pessoas ao redor do mundo para entender e tentar classificar a habilidade dos indivíduos em lidar com as adversidades.

Os 3 Tipos de Indivíduos do QA
Ao final dessa pesquisa, Stoltz conseguiu identificar 3 tipos de indivíduos: os desistentes, os campistas e os alpinistas:

- Os Desistentes seriam aqueles que tem dificuldade em suportar o peso dos desafios. Julgam-se injustiçados, dão várias desculpas e estão sempre na posição de vítimas. Frustram-se facilmente, logo, tendem a desistir de seus planos, objetivos e aspirações. Segundo Stoltz eles são 10% da população.

- Os Campistas, cerca de 80% das pessoas, são aqueles que conseguem superar as adversidades, mas que, ao conquistar algo de bom para si, acabam por acomodar-se numa zona de conforto.

- Os Alpinistas são indivíduos que buscam novos desafios constantemente, desafiam regras em busca de melhorias, não se conformam com a mediocridade, se atualizam constantemente e se arriscam para alcançar seus objetivos. Eles são 10% da população.

Pessoas com elevado Quociente de Adversidade entendem que todos os problemas enfrentados são limitados na profundidade e na duração, portanto, conseguem reagir de maneira mais rápida e eficaz.

Para elas, o que a experiência não consegue resolver, o tempo e a sua capacidade de resiliência se encarregarão de fazê-lo. Quem percebe as derrotas e os obstáculos como passageiros tem mais chances de responder positivamente.

PARA QUEM INDICAMOS?
a) Para novas contratações, inclusive estamos disponibilizando este teste, sem adição de taxa para os nossos clientes;
b) Avaliação e Desenvolvimento de Líderes
c) Avaliação e Desenvolvimento do Depto. de Vendas.


Postagens mais visitadas