AUTORRESPONSABILIDADE




“Daqui a 20 anos você estará mais decepcionado pelas coisas que você não fez, do que pelas que fez. Então, jogue fora suas amarras, navegue para longe do porto seguro, pegue os ventos em suas velas. Explore, sonha, descubra” - Mark Twain



(trecho do meu e-book - Voltando ao Básico)

A autorresponsabilidade é a competência que separa os vencedores dos perdedores.

Ao longo da vida, temos a tendência de atribuir aos outros a responsabilidade dos nossos fracassos e não percebemos que isso não resolve o problema, mas é uma forma descarada de mudar a realidade e minimizar a nossa culpa.

A grande verdade é que, no fundo, sabemos que não fizemos TUDO que foi possível para vencer a dificuldade. Em meus atendimentos, canso de ouvir empresários que entraram em determinados negócios, apenas para ver se dava certo. Ouço atletas que entraram no campeonato apenas para disputar - discordo veementemente do Barão de Co Bertand, que diz que o importante é competir.

O perdedor não faz história – quem é o vice-campeão brasileiro de futebol? O vice-campeão, não apenas sabe do seu título, mas faz questão de contar as mais variadas desculpas de como não conseguiu o primeiro lugar.

Competir sem o compromisso de vencer é perda de tempo para você e para o seu oponente. Perdedores dão desculpas, vencedores não. E assumir as rédeas da própria vida e, entender a importância disso é essencial para o processo da autorresponsabilidade.

Eu sou o único responsável pelo meu sucesso. Esse deve ser o seu lema de vida. E no momento em que você entender isso – você nunca mais irá culpar ninguém pelo seu fracasso, quer seja o governo ou o concorrente pela falta de oportunidades, pois se tornou mestre de si mesmo.

Aliás, saiba que o seu concorrente, o seu vizinho, o governo, ou quem quer que seja, não estão nem aí para você. Eles querem que você sucumba, pois desta forma haverá muito espaço no mercado. Por isso, é necessário que você tenha o comando da sua vida.

Assuma as responsabilidades, se planeje, tenha uma visão de futuro, trabalhe duro e com inteligência, avalie os cenários e as oportunidades. E se, por acaso, você não conseguir agora, não culpe os outros, pois a responsabilidade pelos seus resultados é totalmente sua. Ninguém fará por você, aquilo que você deve fazer por si mesmo. Essas são as condições. Cabe a você superá-las ou não.
Não viva contando com milagres ou intervenções divinas. Faça você a sua sorte. E a sorte é construída dia após dia. Entenda que ninguém se torna um especialista da noite para o dia. O processo é longo. Exige estudo, dedicação, trabalho e resultado. Esse processo leva anos. Portanto, não se sabote – se dedique. Não acredite em resultados rápidos. Isso não existe. E assuma a responsabilidade dos seus resultados.

Postagens mais visitadas