Série Tendências Pós COVID19 - #6 - Novo perfil profssional

O nível de profissionalização do brasileiro sem dúvida terá de aumentar, pois o que será levado em conta, serão mais os resultados conquistados.

Veja que já um movimento em prol disso, porém ainda é muito tímido, pois em tempos de tranquilidade impera a zona de conforto, mas em tempos de caos é que surgem os grandes lideres e os especialistas fora da curva.

Particularmente ainda acredito que ser um profissional multidisciplinar é o futuro, pois a regra do conhecimento deve ser a mesma de investidores - nunca se coloca todos os ovos em uma unica cesta.

Isso não o isenta de se especializar em uma área, porém sempre haverá possibilidades de um profissional atuar em outras frentes.

Não é difícil de encontrar médicos que se tornam empresários ou investidores de negócios e sempre gosto de usar o Ricardo Amorim como exemplo. Ele é economista e atuou por muitos anos no mercado financeiro, depois fundou a sua empresa de consultoria; é apresentador do Manhattan Conection; além de possuir a AAA empresa de educação ligada a inovação, além é claro de investidor no mercado financeiro, escritor, palestrante e o influenciador mais bem sucedido do Linkedin na America Latina.

Olha a quantidade de áreas que ele atua e, para isso é necessário ter muita bala na agulha na questão de conhecimento, mas muito mais em poder de execução.

Portanto o empresário deverá reavaliar o perfil de profissional que ele quer na sua empresa - se é aqueles que adoram tomar café e bater papo ou se é aqueles que são faca da caveira e querem construir algo.

Comentários

Postagens mais visitadas